CONTATO

Entre em contato pelo telefone
(11) 3093-7333, de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h; pelo e-mail atendimento@soudapaz.org, ou envie uma mensagem por meio do formulário a seguir:


Assessoria de Imprensa

Izabelle Mundim e Rayane Figueiredo
imprensa@soudapaz.org


Desejo receber as newsletters do Instituto Sou da Paz.

NOTÍCIAS

SP1 | Estupros aumentam 7% no estado de São Paulo em 2021

5 de maio de 2022 às 03:51

Assista matéria completa

Relatório do Instituto Sou da Paz aponta que quatro das seis categorias de crimes violentos subiram em 2021 em relação a 2020.

Os registros de estupro no estado de São Paulo subiram 7% em 2021 em comparação a 2020, segundo relatório do Instituto Sou da Paz baseado em dados da Secretaria de Segurança Pública.

Foram 11.762 registros de estupro no ano passado no estado, contra 11.023 em 2020. O valor é um pouco menor do que o registrado em 2020, quando 12.374 casos foram notificados.

Dos dez distritos policiais que mais registraram ocorrências em 2021, sete ficam na Grande São Paulo: Itapevi, Guarulhos e Carapicuíba encabeçam a lista.

Na capital, as delegacias do Capão Redondo e do Jardim das Imbuias, na Zona Sul e de Perus, na Zona Norte, tiveram o maior número de registros de estupro. No total, a cidade contabilizou mais de duas mil vítimas no ano.

Os dados ainda mostram que 77 % dos estupros registrados no estado foram em pessoas vulneráveis: crianças e adolescentes menores de 14 anos ou quem tem alguma doença que impede o entendimento do ato.

“Nós identificamos que 83% das vítimas são meninas, e o pico da violência acontece aos 13 anos de idade. Os meninos também são vítimas desse tipo de violência mais cedo, entre 4 e 5 anos. A autoria é identificada na maioria dos casos, o que indica que são pessoas conhecidas, são pessoas próximas”, diz Cristina Neme, coordenadora de projetos do Instituto Sou da Paz.

Para o juiz da Vara da Infância e Adolescência Iberê de Castro Dias, a criação de redes de prevenção dos casos é fundamental.

“Para prevenir o abuso sexual de crianças e adolescentes é essencial que haja uma rede articulada envolvendo secretaria, poder judiciário, Ministério Público. Todas as pessoas que atuam no respeito aos diretos das crianças e dos adolescente. Trabalhando conjuntamente pra prevenir que esses atos aconteçam e, se isso ocorrer, saber como respaldar a criança”, afirma.

Outros crimes violentos

O relatório do Sou da Paz também apontou que quatro das seis categorias de crimes violentos registraram aumento no estado no ano passado em relação a 2020.

Além dos estupros, os casos de extorsão mediante sequestro também aumentaram. Um exemplo desse tipo de crime é quando o criminoso sequestra a vítima e a obriga a fazer uma transferência bancária. Foram 23 casos no ano passado, contra 21 em 2019, e 10 em 2020.

Já os roubos de veículos tiveram uma queda grande de 2019 para 2020, quando começou a pandemia, mas voltaram a crescer em 2021. Passaram de 33 mil. A tendência é a mesma nos casos de roubos em geral. Queda de 2019 para 2020, e aumento em 2021.

Já os homicídios dolosos, quando há intenção de matar, e latrocínios tiveram queda de 2020 para 2021.

Em nota, a Secretaria da Segurança Pública informou que, em comparação a 2019, os números de estupro indicam queda, e que trabalha pra que não voltem a crescer. Também disse que vai dobrar o policiamento na capital.

QUER FAZER PARTE?

APOIE O SOU DA PAZ

A Paz na Prática acontece com você.

#SouDaPaz

Participe das nossas redes sociais