Voltar

08/12/2016

Construindo Pontes finaliza mais um semestre

No último boletim falamos como o trabalho do Sou da Paz em conjunto com os Professores Mediadores Escolares e Comunitários (PMECs) é fundamental para a realização do Construindo Pontes. Também mostramos os resultados positivos da iniciativa através do olhar dos alunos e professores das escolas estaduais da região da Brasilândia, onde o projeto atua. Clique aqui para conferir novamente.

Nesta edição do informativo trazemos novidades das ações que foram executadas no segundo semestre de 2016, como Rodas de Conversas com especialistas convidados a respeito de temas do interesse dos jovens, além da veiculação de um Podcast - uma espécie de programa de rádio disponibilizado via internet - que divulga a transformação da biblioteca de uma das escolas atendidas pelo projeto.

RODAS DE CONVERSAS 

"Mulher na Periferia" - Os alunos da Escola Estadual Doutor Genésio de Almeida Moura participaram, em setembro, de uma conversa sobre “Mulher na Periferia” com profissionais do Centro Cultural da Juventude (CCJ). O método de discussão organizado pelo Construindo Pontes, possibilitou, com convidados externos, aprofundar o diálogo e enriquecer o debate nas salas de aula.

A ocasião contou com a participação especial da Thayame Porto e Elcy Arruda, ambas Gestoras do Setor Educativo e Ana Carolina Lourenço, Jovem Monitora Cultural do CCJ.

“Drogas” - O uso de drogas entrou como primeiro tema da roda de conversa com os alunos/as da Escola Estadual João Solimeo, visto que o uso e/ou a convivência com quem faz uso de drogas é presente na vida da comunidade, gerando muitas dúvidas e alguns preconceitos que, muitas vezes, levam a situações de violência. O debate, que ocorreu em outubro, foi comandado por Raphael Macedo de Oliveira, trabalhador de um dos hotéis do De Braços Abertos, programa da prefeitura de São Paulo que atua, a partir da redução de danos, com usuários de drogas da Cracolândia, na Luz, região central da capital.

ALUNOS DO 3º ANO DO ENSINO MÉDIO 

Os estudantes do terceiro ano da Escola Estadual Professor Hélios Heber Lino estão se preparando para a formatura do ensino médio. Para ajudar nas dúvidas do percurso profissional, o Construindo Pontes levou para a escola uma série de rodas de conversa com personalidades que compartilharam suas experiências e dicas de carreira (e vida) para os alunos.

PODCAST

As alunas da Escola Estadual Professor Flamínio Fávero que encabeçaram a transformação da Biblioteca Professora Sueli Chagas fizeram um podcast contando o início do projeto e como o novo espaço está contribuindo para que os demais colegas explorem o espaço participando de grupos de leitura, estudos, teatro, entre outras ações.

A reestruturação da biblioteca surgiu a partir do grupo de escuta organizado pelo Construindo Pontes. Os estudantes se comprometerem em cuidar e reorganizar o espaço, passando, inclusive, a serem responsáveis pela abertura, escrita do projeto e apresentação do novo ambiente para a gestão da escola. O ambiente tem aproximado alunos que ficam nela durante o intervalo lendo ou jogando, e professores, que levam alunos para algumas atividades.

 

A partir de 2017 o projeto Construindo Pontes avança com a perspectiva de atuação em mais escolas.