Voltar

11/05/2015

Campanha alerta para o risco de acidentes com crianças e armas de fogo

campanha_soudapaz_2015A Guarda Civil Metropolitana e o Instituto Sou da Paz iniciam nesta segunda-feira (11) uma nova Campanha de Entrega Voluntária de Armas e Munições na cidade de São Paulo. A ação é focada na prevenção de tragédias envolvendo crianças e armas de fogo e terá quase 40 postos de entrega para facilitar a vida de quem quiser se livrar deste perigo.

Segundo o Ministério da Saúde, aproximadamente 1200 crianças e adolescentes morrem por arma de fogo no país em acidentes, suicídios e outros eventos de intenção indeterminada todos os anos. Além disso, 70% dos homicídios no Brasil são cometidos por armas de fogo. Milhares de mortes poderiam ter sido evitadas se não houvesse uma arma por perto.

Veja também:

Menino de 3 anos atira por acidente e mata bebê nos Estados Unidos
Criança atinge irmã com disparo de espingarda de pressão
Criança de 13 anos mata primo de 10 após acidente com espingarda no RN
Filho de policial, menino de 7 anos morre vítima de tiro acidental em GO
Adolescente mata irmão de 12 anos enquanto brincava com arma no DF
Jovem diz que matou namorada a tiro ao posar para foto no ES
Irmã de jovem morto ao ser baleado diz que amigos iriam 'dar susto nele'
Adolescente morre após disparo acidental do irmão de 8 anos, no CE
Criança de 2 anos é ferida no olho ao mexer em pistola de pressão na Bahia
Pai atira acidentalmente e fere filho com arma de fogo em Tubarão

“Não dá pra evitar que uma criança seja curiosa. Esse é o mote da nossa campanha para sensibilizar a população sobre o perigo de se ter uma arma em casa. Além de não garantir a segurança da família, armas escondidas são frequentemente encontradas pelos pequenos e resultam em centenas de acidentes fatais”, explica Ivan Marques, Diretor Executivo do Instituto Sou da Paz.

Neste ano a entrega de armas e munições está ainda mais fácil. Além dos 35 postos de entrega fixos da Guarda Civil Metropolitana, haverá também três postos provisórios instalados em Bases Móveis da GCM funcionando em dias específicos (veja tabela abaixo).

Vale lembrar que o cidadão não precisa se identificar para entregar a arma, nem dizer de onde ela veio, e ainda receberá uma indenização que varia de R$ 150 a R$ 450, dependendo do tipo de arma. Os postos provisórios funcionarão das 8h às 17h nas datas e locais abaixo indicados:

 

POSTOS PROVISÓRIOS

 

Verificar a data em que a Base Móvel estará em cada local.

Vila Mariana

11 a 15 de maio

Largo Ana Rosa

Mooca/Tatuapé

18 a 22 de maio

Praça Silvio Romero

Santo Amaro

25 a 29 de maio

Praça Floriano Peixoto

A Campanha é uma parceria da Secretaria Municipal de Segurança Urbana com o Instituto Sou da Paz e conta com apoio do Ministério da Justiça. 

IMPORTANTE!

• Não é preciso se identificar e nem dizer de onde veio a arma.

• Além dos postos da GCM, São Paulo tem mais de 150 postos de coleta. Verifique o mais próximo de sua casa no site http://www.soudapaz.org/desarmasp/

• Portar arma é crime, portanto lembre-se de imprimir a guia que trânsito que autoriza o transporte da arma até o posto de entrega. (clique aqui iniciar o passo-a-passo)

• Separe a arma da munição e embale de forma que impeça o uso imediato.

• A indenização varia de R$ 150 a R$ 450, dependendo da arma.

• No posto, você cadastrará uma senha e receberá um recibo, com isto poderá sacar sua indenização em qualquer caixa do Banco do Brasil 24h após a realização da entrega.

• As armas serão danificadas. 

Para mais detalhes sobre a Campanha acesse: http://www.soudapaz.org/desarmasp/e http://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/seguranca_urbana/ou ligue 153. A Campanha Nacional de Desarmamento é promovida pelo Governo Federal e os recursos para o pagamento de indenizações são do Ministério da Justiça. A ação é permanente e há postos espalhados por todo país.