Voltar

"Polícia Cidadã" premia principais ações voltadas à comunidade

Matéria publicada no Portal do Governo do Estado de S. Paulo, no dia 11 de abril de 2013.

52645.[1]Quinta edição se voltou pela primeira vez a um tema específico: redução de crimes recorrentes em um territórioO Theatro Municipal de São Paulo recebeu na noite desta quarta-feira, 10, a 5ª edição do Prêmio Polícia Cidadã, realizado pelo Instituto Sou da Paz. Com a presença do governador Geraldo Alckmin, foram anunciados, dentre as 69 ações inscritas, sete projetos de destaque no Estado. "O prêmio cresceu. Era, no começo, só na capital, depois na Região Metropolitana e agora em todo o Estado de São Paulo. A legalidade, a boa gestão, a inovação, a eficiência, o reconhecimento ao policial, o estímulo a bons projetos é que fazem toda a diferença", destacou o governador.

Os três melhores projetos foram premiados financeiramente. São eles: Identificação Biométrica por Impressão Digital da Polícia Civil da Delegacia Seccional de Polícia de Andradina; Grêmio de Policiamento Inteligente e Análise Criminal da Academia de Polícia Militar do Barro Branco; e, como ação vencedora da 5ª edição, a Comunidade Segura da Base Comunitária de Segurança da Praça Rotary, na capital.

A 5ª edição do Prêmio foi lançada em agosto de 2012, pela primeira vez com um tema específico: a redução de crimes recorrentes em um território. As ações inscritas passaram por um rigoroso processo de avaliação, que incluiu visitas às 20 ações finalistas. "Uma polícia comunitária, cidadã, que defende a sociedade, é uma polícia eficaz, eficiente e desejada. Esta é a polícia que funciona e torna nossa vida muito melhor e mais segura", disse a diretora do Instituto Sou da Paz, Melina Risso.

Sobre o Instituto Sou da Paz

O Instituto Sou da Paz é uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip) que está sediada em São Paulo e há mais de 10 anos trabalha pela prevenção da violência no Brasil, procurando influenciar políticas públicas nesta área.

Do Portal do Governo do Estado