CONTATO

Entre em contato pelo telefone
(11) 3093-7333, de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h; pelo
e-mail atendimento@soudapaz.org, ou envie uma mensagem por meio do formulário a seguir:


Assessoria de Imprensa

Izabelle Mundim
izabelle@soudapaz.org


Desejo receber as newsletters do Instituto Sou da Paz.

NOTÍCIAS

Sou da Paz firma parceria com Defensoria Pública do Estado de São Paulo para realização de pesquisa sobre presos provisórios

29 de novembro de 2016 às 10:15

Na manhã desta terça-feira, 29/11, o Instituto Sou da Paz assinou um acordo de cooperação técnica com a Defensoria Pública do Estado de São Paulo para acessar o banco de dados sobre os presos provisório da capital paulista. Os dados darão subsídios para uma nova pesquisa do Sou da Paz sobre o Mapa do Encarceramento.

O estudo terá como objetivo gerar transparência e provocar reflexão sobre o gasto público em aprisionamento de indivíduos versus o investimento em políticas sociais dentro das microrregiões que mais originam presos em uma cidade.

“O Mapa do Encarceramento vai servir como ferramenta aberta para a promoção do debate sobre a eficácia da destinação do recurso público no que diz respeito à prevenção da criminalidade por todo o país”, alerta Ivan Marques, diretor executivo do Instituto Sou da Paz.

Na ocasião estiveram presentes; Ivan Marques, diretor executivo e Stephanie Morin, coordenadora da área de Gestão do Conhecimento do Instituto Sou da Paz; Davi Eduardo Depiné Filho, defensor público-geral do estado; Maria Coraci Diniz, defensora pública e coordenadora da Divisão de Apoio ao Atendimento aos Presos Provisórios e Juliana Oliveira Carlos, assessora da Primeira SubDefensoria Pública-Geral.

Durante o encontro foi mencionado o estudo Danos Permanentes – Presos Provisórios, realizado em 2015 pelo Sou da Paz. O Instituto em parceria com o Centro de Estudos de Segurança e Cidadania da Universidade Cândido Mendes (CESEC) analisou mais de sete mil casos de presos em flagrante em 2013, na cidade do Rio de Janeiro.

A nova pesquisa tem previsão de ser publicada em 2017.

QUER FAZER PARTE?

APOIE O SOU DA PAZ

A Paz na Prática acontece com você.

#SouDaPaz

Participe das nossas redes sociais