Voltar

08/03/2016

Polícia democrática e direito à segurança é tema de debates em São Paulo

banner_evento_polcia_democrtica

Nos dias 16 e 17 de março acontece em São Paulo o “Diálogos Públicos – Ministério Público e Sociedade – Polícia Democrática e Direito à Segurança”, evento promovido pelo Instituto Sou da Paz em parceria com o Ministério Público Federal (MPF), por meio da Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão do Ministério Público Federal (PFDC/MPF), Ministério Público do Estado de São Paulo (MP-SP), Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP), e Núcleo de Estudos da Violência da Universidade de São Paulo (NEV-USP).

Na ocasião, membros e servidores dos Ministérios Públicos, profissionais de segurança pública, policiais, atores da justiça criminal e da sociedade civil irão debater e refletir sobre as recomendações formuladas pela Comissão Nacional da Verdade em relação às reformas institucionais na segurança pública. As inscrições para o evento (com vagas limitadas) podem ser feitas por formulário clicando AQUI.

A ideia é que o evento permita a formulação de propostas que reforcem modelo de polícia democrática no país, a promoção do direito à segurança pública e o respeito aos direitos do profissional de segurança pública. Cada dia de evento desenvolverá um tema central. No primeiro dia será abordada “A Realidade da Segurança Pública no Brasil”. Já no segundo dia, a discussão vai girar em torno das “Reformas e Inovações Institucionais em Segurança Pública”.

O evento terá a presença do procurador federal dos direitos do cidadão Aurélio Veiga Rios, do procurador-geral de Justiça de São Paulo Marcio Elias Rosa, do vice-presidente do conselho de administração do Fórum Brasileiro de Segurança Pública Renato Sérgio de Lima, do diretor executivo do Instituto Sou da Paz Ivan Contente Marques, do professor da Universidade de São Paulo e coordenador da Comissão Nacional da Verdade Pedro Dallari, do pesquisador do Núcleo de Estudos da Cidadania e Conflito e Violência Urbana da UFRJ Michel Misse, da pesquisadora do Centro de Estudos de Segurança e Cidadania Julita Lemgruber, do professor da Universidade de Brasília Artur Trindade Maranhão Costa, entre outros palestrantes e autoridades. Dos temas abordados, destacam-se “O impacto da guerra às drogas para a segurança da sociedade”, “As mortes decorrentes de intervenção policial”, “A resolutividade das investigações de homicídio”, “Os prós e contras do modelo de polícia militarizada” e “Os aspectos positivos e negativos do ciclo completo de polícia”.

Diálogos Públicos – Ministério Público e Sociedade – Polícia Democrática e Direito à Segurança
Data/Hora: 16 e 17 de março, das 8h45 às 18h
Local: Auditório da Procuradoria Regional da República da 3ª Região – Avenida Brigadeiro Luís Antônio, 2020, térreo.
Informações e programação:
Clique AQUI para se inscrever (com vagas limitadas) até o dia 9 de março.