Voltar

21/02/2017

Organizações pressionam governo paraense por investigação de chacinas

O Instituto Sou da Paz, Fórum Brasileiro de Segurança, Conectas Direitos Humanos, Justiça Global e Instituto de Defensores de Direitos Humanos exigem do Governo do Estado do Pará uma investigação profunda e rápida dos ataques ocorridos em janeiro deste ano em Belém e região que vitimaram 49 pessoas; entre 27 fatais e 22 feridos.

As organizações se manifestaram por meio de carta aberta que foi protocolada pela Comissão de Direitos Humanos da OAB local e entregue nesta segunda, dia 20, para o governo paranaense. Confira trechos da carta:

“A ocorrência indiscriminada de mortes em série, com indícios de participação de agentes estaduais, representa uma ameaça à totalidade da sociedade paraense, além do pesar dos familiares e amigos das vítimas. O governo federal deve, por sua vez, exigir o início de uma investigação independente e colaborar com o que for necessário.

Permanecemos na expectativa de um rápido retorno com a seriedade que os episódios relatados exigem. ”

Clique aqui para ler a carta aberta na íntegra.

As séries de assassinatos tiveram grande repercussão na mídia nos últimos meses, confira alguns links do Portal G1:

http://g1.globo.com/pa/para/noticia/2017/01/chacina-completa-uma-semana-em-belem-e-numero-de-mortos-chega-28.html

http://g1.globo.com/pa/para/noticia/2017/02/segup-retifica-numero-de-mortos-em-onda-de-crimes-de-29-para-27-vitimas.html