Voltar

29/10/2013

Homicídios, latrocínios e estupros registram queda na cidade de São Paulo

E-Paz_analise_29-10-2013Os dados divulgados pela Secretaria da Segurança Pública de São Paulo sobre os crimes registrados em Setembro de 2013 mostram alguns avanços na redução de crimes. Na comparação com setembro de 2012, a capital registrou queda nos homicídios, latrocínios e estupros.

No caso dos homicídios houve uma queda de 134 ocorrências em setembro de 2012 para 92 no mesmo período de 2013. Setembro foi o quarto mês consecutivo a registrar menos ocorrências que o mesmo período em 2012, o que indica uma tendência de melhora em relação ao ano passado. Como 2012 foi um ano atípico, é preciso ressaltar que os números de 2013 estão muito próximos do registrado em 2011, mais um indicativo de que retomamos os desafios de 2011, saindo de um cenário de crise.

Os registros de pessoas mortas em confronto com policiais militares em serviço também vêm apresentando uma redução significativa, sobretudo na capital. Na comparação entre os meses de setembro de 2012 e 2013 a queda foi de 48,3%. Entre julho e setembro de 2012, 92 pessoas haviam morrido em situações de confronto com a PM, sendo que no mesmo período deste ano foram 32 – redução de 65%. Para o Estado a redução foi de 2,4% na comparação entre os meses de setembro de 2012/2013 e 35,7% na comparação trimestral.

Também para o Estado houve redução de homicídios, latrocínios e estupros, sendo que os dados foram influenciados pela capital – a Grande São Paulo não registrou variação no número de latrocínios e tanto para esta região quanto para o interior não houve queda no número de homicídios.

Por outro lado, é preciso ressaltar o contínuo aumento das ocorrências de roubo no Estado e capital, tanto na comparação mensal quanto na trimestral. Só na capital o total de roubos registrados no terceiro trimestre de 2013 foi 17,2% maior que o verificado no mesmo período de 2012, um salto de 28.543 casos para 33.458. Este crime continua sendo o principal desafio a ser enfrentado. Na próxima semana, o Sou da Paz divulgará mais uma edição do boletim Sou da Paz Analisa, em que se debruçará sobre este tema, apontando desafios e aspectos relacionados à atividade policial que necessitam de melhoras para que o quadro de contínuo aumento dos roubos seja revertido.