Voltar

16/12/2016

GM e Secretaria Municipal de Segurança Pública de Paulínia são reconhecidas com Prêmio Polícia Cidadã do Instituto Sou da Paz

O Sou da Paz esteve em 15 de dezembro na Secretaria Municipal de Segurança Pública de Paulínia, no interior paulista, com o objetivo de reconhecer o Subinspetor Oliveira, da Guarda Municipal, e o Dr. Fábio Feldman, Secretário Municipal de Segurança Pública, pela ação “União de Forças”, determinante na diminuição de roubos e furtos de veículos na cidade. O reconhecimento é relacionado à 7ª edição do Prêmio Polícia Cidadã, no qual a ação conquistou o 2º lugar.

img_0802

Na foto: Capitão Cambui, da Polícia Militar; Subinspetor Oliveira, da Guarda Municipal; Fábio Feldman, Secretário Municipal de Segurança Pública; e Ivan Marques, Diretor Executivo do Sou da Paz. 

A ação

A partir de viagem de estudo para os Estados Unidos, foi identificada uma oportunidade: a parceria entre forças de segurança e a importância do envolvimento de governos locais na segurança. Diante disso, a Polícia Militar e a Guarda Municipal de Paulínia uniram esforços para diminuir os índices de roubos e furtos de veículos – crimes de maior incidência na cidade.

Os dados criminais coletados e cadastrados no Google Earth são discutidos semanalmente em reunião e o emprego das forças de segurança é planejado para a semana seguinte. Desta maneira, viaturas já em atividade são distribuídas no policiamento preventivo em regiões estratégicas sem a necessidade de gastos adicionais.

Resultados

A contribuição da ação à segurança pública paulinense tem sido enorme: em 2014, no início da implantação do projeto, foram contabilizados 147 roubos e 287 furtos   de carros. Já em 2015, os números caíram para 100 e 247. Até o final de novembro de 2016, os índices anuais chegaram a 60 e 199, respectivamente. Para entender o real impacto da medida, é importante levar em consideração que quase 300 carros são emplacados mensalmente na cidade – ou seja, mesmo com o aumento da frota de veículos, os números de roubo e furto têm se mantido em queda contínua.

De acordo com o Secretário, a medida tem servido de inspiração para cidades próximas, como Americana e Cajamar, onde ações semelhantes já estão sendo adotadas. “O prefeito eleito de Jaguariúna também veio nos visitar para entender melhor a ação e colocar em prática durante o mandato”, afirma.

O Prêmio Polícia Cidadã

Por entender a Polícia como um ator essencial do sistema de segurança pública, o Instituto Sou da Paz premia, desde 2003, ações promovidas por Policiais Militares, Civis e Técnico-Científicos do estado de São Paulo pautadas por: racionalidade no uso dos recursos; proporcionalidade no uso da força; redução do sentimento de insegurança; não discriminação no exercício da atividade policial; trabalho em equipe; participação da sociedade; integração das polícias,; integração com outros órgãos públicos e/ou da sociedade civil e transparência. O projeto considera como boas práticas as ações que contribuem diretamente para a prevenção e diminuição da criminalidade por meio do uso da criatividade e inovação para a superação de problemas operacionais e de gestão dentro da instituição policial, sempre com foco na redução de indicadores.

As três iniciativas melhor avaliadas por uma comissão composta por especialistas em Segurança Pública e policiais de outros estados ganham prêmios em dinheiro, além de reconhecimento em evento realizado no Teatro Municipal de São Paulo.